quinta-feira, 22 de julho de 2010

Edcity - As músicas, as razões e os méritos de Transfiguração

Menos de um ano depois do lançamento do revolucionário Rap Groovado, Edcity lança seu segundo disco. O pagode baiano está atingindo seu ponto de maturação, numa cena que inclui nomes como o precursor da modernização Harmonia do Samba, o percussivo Psirico, Groove de Saia - que conta com uma mulher no front - e a nacionalmente onipresente Rebolation, do Parangolé.



Em meio a toda essa diversidade, o disco Transfiguração aparece pra somar. "Olha o Gelo", a pesada faixa de abertura insinua que as guitarras roqueiras continuariam dando o tom. Mas não é o caso. Transfiguração é bem mais ameno em comparação ao antecessor Rap Groovado.

Para que se entenda essa transiguração - o título do disco não podia ser mais apropriado - no som de Edcity é necessário que se faça uma análise do quanto 2009 foi um ano conturbado para o cantor.

Enquanto finalizava o Rap Groovado, Eddye estava tomando pela raiva e por um tiquinho de frustração por ter perdido o direito de propriedade de seu Fantasmão. Como todo gênio artístico, deu vazão aos seus sentimentos através de sua arte. Rap Groovado é uma obra de arte irretocável e retrata com perfeição o que o cantor e compositor sentia na época. É um disco repleto de Som & Fúria, um disco urgente e um grito de autoafirmação. Autoafirmação esta, agora na forma de sua nova persona: Edcity. Aqui estamos falando de arte em estado bruto.

Só que arte não enche panela. E panela vazia não enche barriga.

Recentemente pai de mais uma filha, chegou o momento do pragmatismo e de três centímetros cúbicos de responsabilidade para com os seus. E quando de fala em seus, não se pode esquecer a responsabilidade também perante ao pessoal da antiga banda, que também abandonaram o Fantasmão para seguir os ideiais do amigo.

Nesse contexto, purista nenhum pode reclamar de quaisquer concessões feitas em prol de um disco mais comercial. Comercial não é termo correto, Transfiguração é pop, com escolha inteligente de repertório e arranjos.

As guitarras pesadas ainda estão lá, mas com volume menor, que valoriza a singular percussão groovada. Nas letras, ainda com a tradicional crítica social em algumas músicas, foram limadas todas e quaisquer ambigüidades que sugerissem a tão reclamada e injustificada apologia a violência. Muito pelo contrário, enquanto as periferias de Salvador são assoladas pela tragédia da violência gerada pelo consumo de crack, em "Pa Pu Colombiano" a letra avisa que em cada pedra de crack, lágrimas de mães em sua composição.

A música de trabalho a principio será "Piscadinha", que apesar de romântica, conclama o romance e tem fortes chances de emplacar entre o público feminino. Mais do que isso. Agora Edcity pode se preparar para emplacar definitivamente no carnaval de 2011, porque ano passado, o lançamento tardio do Rap Groovado, somado à concorrencia praticamente desleal com o mega investimento de marketing que foi a Rabolation, fez com que o cantor não obtivesse o sucesso que merecia.

Que a intenção é se afastar um pouco de estigma de ser underground, fica claro na regravação de três dos maiores hits de Rap Grovado, a saber: "No Break", "Traíra" e "Fumaça Subiu", ambas com as guitarras contidas e percussão revigorada.

No final, um set com dois reggaes, revelando a paixão do cantor pelo ritmo da Jamaica e também os fortes laços de amizade com o pessoal da banda Adão Negro e demais nomes da cena regueira de Salvador.

Se Transfiguração será o cavalo de força que abrirá as portas para o tão esperado e adiado reconhecimento nacional é algo impossível de prever. A música baiana tem razões que a razão desconhece. Um ditado popular local costuma de dizer que se alguém imaginar algo inusitado e inesperado, na Bahia há precedentes.

É esperar para ver. Mas não esperar sentando. É esperar pulando, quebrando e swuingando.

BAIXE TRANSFIGURAÇÃO CLICANDO AQUI

9 comentários:

EDCITY, A melhor banda de pagode do mundo.

A Cidade é Nossa

Eddye Estoooouradoo..
amooo demaiss essa bandaa!


Te amuuh Eddye ..

eu sou mais edcyte parceiro!!!
a cidade é nossa

sem duvidas um dos melhores disco de sua carreira

Fico triste que até hoje Edcity não fez o sucesso que merecia, o cara é talentoso de mais

Este comentário foi removido pelo autor.

Espero ansiosamente a sua análise sobre os demais álbuns de Edcity depois da transfiguração. Abraços!

Espero ansiosamente a sua análise sobre os demais álbuns de Edcity depois da transfiguração. Abraços!

Espero ansiosamente a sua análise sobre os demais álbuns de Edcity depois da transfiguração. Abraços!

Postar um comentário

Solta o verbo!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More