segunda-feira, 18 de junho de 2012

Se botar o sucesso de Gaby Amarantos na vitrine, ele não vai valer um e noventa e nove.


Sei que o título desta postagem pode parecer meio agressivo, mas não falo isso como crítica negativa dela e nem do disco dela. Digo isso em termos do que ela poderia fazer para que o tecnobrega conquiste o Brasil e que não está fazendo. Para entender isso, vamos repassar os últimos acontecimentos na carreira da diva.





Quem agora vê Gaby Amarantos onipresente na mídia nem imagina que a pouco mais de dois anos atrás, ela cogitava até em largar a carreira e ganhar a vida num escritório qualquer de Belém do Pará. Não porque a cena local estivesse desaquecida, mas sim porque todas as tentativas de exportar o ritmo para o resto do país haviam fracassado. Então surgiu a banda Djavú, de Capim Grosso, Bahia. Com o repertório plagiado da banda paraense Ravelly, os baianos estouraram nacionalmente em poucos meses. A reação veio a cavalo.

Em tempo recorde, a Bis Entrenimento, empresa promotora de eventos pertencente às Organizações Maiorana, poderoso império de mídia do Pará organizou a gravação de um DVD com diversos artistas e bandas de tecnobrega. Devido ao atraso de um ano para ser lançado e à falta de um conceito claro que justificasse aquele balaio de gatos, o projeto foi um fracasso retumbante. No entanto, a briga Pará versus Bahia serviu para que o resto do Brasil soubesse que alguma coisa de muito novo estava rolando na musica paraense e Gaby Amarantos soube, como ninguém, tirar proveito disso.

Quando o produtor Carlos Eduardo Miranda decidiu-se por investir seu talento no tecnobrega, foi ela a escolhida e durante meses a fio, o disco "Treme" foi sendo lapidado. Nesse meio tempo ocorreu o festival de música Terruá Pará, em duas noites no auditório do Ibirapuera em São Paulo, reunindo diversos nomes do estado. Na platéia estava Nelson Motta, que encantou-se com o que viu e ouviu. Foi a porta de entrada de Gaby na Rede Globo e hoje sua música toca diariamente na novela Cheias de Charme.

Todo esse resumão que fiz sobre a ascenção midiática de Gaby Amarantos foi para chegar no seguinte ponto. A postura dela não está ajudando em nada o tecnobrega enquanto movimento musical.

Em suas entrevistas e depoimentos ela exalta o ritmo e só. Ela não cita outros artistas paraenses, ela não levanta a bola de ninguém de sua antiga turma e parece não entender que não existe "movimento" de um artista só. Sozinha, ela jamais estourará o tecnobrega como sucesso de massas. Com isso, nem ela fará sucesso de massas, pois uma coisa é estar toda hora na televisão e outra é ter sua música executada e ouvida nas ruas.

Para se ter uma idéia, em Belém Gaby é figura fácil em cartazes publicitários e propagandas de TV,  todo mundo por a conhece, só que suas músicas não tocam nas festas de aparelhagens. Daí fica essa situação estranha que acaba prjudicando o tecnobrega como um todo, Gaby ganha fora e perde em casa, enquanto com o resto da cena ocorre o contrário.

Para que o tecnobrega estoure nacionalmente precisa ocorrer um amplo entendimento entre todos os envolvidos. Inclusive a própria banda Djavú tem que deixar de ser demonizada. Dane-se que sejam baianos e não paraenses, a música não tem fronteiras. Tem que se admitir que Geandson Rios e Juninho Portugal inventaram um sutil mudança na batida do tecnobrega que caiu no gosto popular. A Djavú só não conseguiu vôos mais altos unicamente por estar constantemente envolvida em tretas legais por conta de plágios. Um acordão coletivo traria vantagens para todo mundo.

Por enquanto Gaby está lá, todo o dia na telinha da Globo, mas quando a novela acabar e o disco "Treme" deixar de ser o hype do momento, como vai ser? Sem um revezamento, a coisa não vai longe. Tem mais gente que pode ajudar a segurar o tranco jogando novidades no mercado.

Gaby está tendo sua chance, agora chegou a vez da ARK, Os Brothers, Viviane Batidão, Valéria Paiva, Anjos do Melody, MSynck, AR-15, Ravelly, Bruno e Trio, Banda Bantidão e mais uma cacetada de gente.

38 comentários:

Concordo e já tinha tido esse pensamento.

A gaby robou até a música gemendo do MarKinho Para / Dj Maluquinho. gravou disco dela como se ela fosse a compositora (averigue isso. No Pará ninguém trabalha com a Gaby todos sabem que ela não presta enganou todo mundo que ajudou e depois deu-lhes um pé na bunda. A bis detesta, dj. aparelhagem. bandas todo mundo nao gosta
até o empresario dela que fez ela sair do buraco nãzo ta mais com ela. ela ta se afundando em mentiras que faz 20 show por mes.. ela mente que nem senti.

ELA DEVERIA FAZER COMO O WANDERLEI ANDRADE FEZ QDO A LEVOU PELA PRIMEIRA VEZ NO FAUSTAO...LEVAR OUTRAS BANDAS OU CANTORAS.

Não acredito em "Movimento". Acredito em revoluções individuais que podem inspirar outras pessoas ou atrair olhares para uma causa.

Gaby é pro tecnobrega o que Bob Marley foi pro reggae. Faz a música pura? Não. Seu carisma e personalidades fortes atraíram a atenção do grande centro. Ela foi lapidada para os padrões musicais do centro.(sul)

Tá errada? Não. Precisa criar filho, sustentar família, surfar essa onda. Ela venceu batalhas que inúmeras paraenses enfrentam e tombam. Hoje ela deixou a receita (paraenses...tenham auto-estima, amor próprio. Não importa se te achem gorda, se te achem brega, seja você, valorize-se)

Manter-se pura seria uma cruz pesadíssima. Mestre Verequete, do JURUNAS, fazia um carimbó mais autêntico que o de Pinduca. Como ele morreu? Com dignidade econômica? Não.

Não acredito em "Movimento". Acredito em revoluções individuais que podem inspirar outras pessoas ou atrair olhares para uma causa.

Gaby é pro tecnobrega o que Bob Marley foi pro reggae. Faz a música pura? Não. Seu carisma e personalidades fortes atraíram a atenção do grande centro. Ela foi lapidada para os padrões musicais do centro.(sul)

Tá errada? Não. Precisa criar filho, sustentar família, surfar essa onda. Ela venceu batalhas que inúmeras paraenses enfrentam e tombam. Hoje ela deixou a receita (paraenses...tenham auto-estima, amor próprio. Não importa se te achem gorda, se te achem brega, seja você, valorize-se)

Manter-se pura seria uma cruz pesadíssima. Mestre Verequete, do JURUNAS, fazia um carimbó mais autêntico que o de Pinduca. Como ele morreu? Com dignidade econômica? Não.

Ass: @caboquisse

Corrija aí uma informação. O correto é Organizações Rômulo MaioraNa, e não MaioraDa.

NINGUÉM apostava na Gaby como estrela de sucesso e até debochava do ritmo tecnobrega antes.

Hoje, a bajulam e não tem coragem de falar mal dela a não ser quando se usa o recurso do "anonimato".

Síndrome de carangueijo, é isso que o paraense tem. Quando um sai da lata, os demais se recentem e querem puxar de volta.

Ass: @caboquisse

acho que vc está cobrando que ela divida um peixe que ainda está na água. uma música na novela nnao é uma carreira de sucesso e nem garante a ela uma tranquilidade que possa passar a vender outros artistas. veja marisa monte, gil, caetano.. todos eles começaram a levantar a bola de outros artistas depois de vários discos, não após o álbum de estréia.

Acho esse papo de mal dizer do Djavú é um tanto extremista, claro que eu vero o problema fora da caixa. Sou do Rio de Janeiro e me interesso por tudo que é Guetto Tech (Funk, Cumbia, Jungle e etc) e mesmo não sendo Paraenses (o Djavú) foi graças a eles que puder perceber essa cena rolando ai em cima. Djavú é legal, Gaby Amarantes é bom, mas Gang do Eletro é sublime... entendem? Não importa a direção, a música sempre dará bons frutos

Não vejo a hora das bandas paraenses entrarem com tudo na mídia nacional... Principalmente a Banda AR-15!

Visitem www.bandaar15oficial.blogspot.com

Dj Alpiche - Brasília Capital Federal
Se vcs não deixarem de ser amadores, vão sempre ficar vivendo das festas na periferia de Belém. Nem a internet vcs sabem usarem para divulgar as bandas do Pará. Entre no Palco e clique em PA e vai ver as mais acessadas: Companhia do Calypso que pertence ao Ari (Arioswaldo dono da premier de Pernambuco e que usa o nome e as músicas do Pará para divulgar suas bandas. A página Banda Calypso no palco é do meu amigo Luis Tocatins de Brasília. Influencias: Luis Tocatins que não é cantor muito fraco, mas que sabe usar a internet. Aprendam.

gaby ta empolgada e ainda não vai indicar ninguem... e as bandas do pará, não tao se esforçando em nada pra evoluir.. quanto ao governo.. kkk ai ai... o governo não reconhece o techno brega como patrimonio cultural..... infelizmente o techno brega ta sendo vendido como produto descartavel... ass joe benassi

O que vejo quando olho pra Gaby Amarantos atualmente é a imagem de uma pessoa que está deslumbrada com o que está vivendo, por isso está se perdendo um pouco, perdendo a essência, seu diferencial.

Gaby é talentosa, sempre foi, mas até uns dois anos atrás era totalmente equivocada em praticamente tudo. Era apenas mais um talento perdido em meio às cantoras de tecno brega. Só ter talento não garante sucesso pra ninguém, mas sim isso atrelado a um direcionamento de carreira e muito trabalho.

Quem vive aqui no Pará e tem proximidade com a cena musical do estado acompanhou de perto os rumos da carreira dela e muitos sabem que nesses dois anos atrás ela se enrolou toda em contratos errados, tava na lama, perdida, se deu mal com a Bis Entretenimento, se enfiou cantando o jingle da campanha da ex-governadora do Pará, Ana Júlia (que perdeu a eleição), por isso tava queimada com o atual governo... quase não entrou no Terruá Pará 2011 por conta disso. Lembrando que foi o primeiro Terruá que deu visibilidade nacional pela primeira vez a ela, em 2006.

Um produtor local, amigo dela, fez a reviravolta da carreira da Gaby Amarantos acontecer. O rapaz reestruturou a carreira dela inteira, seu direcionamento artístico, montou uma nova banda, deu uma limpadinha na imagem dela (em todos os sentidos), colocou ela em contato com os grandes produtores brasileiros, a colocou nos principais festivais de música do país, fez o lindo disco dela, fez a Gaby circular como o novo hype na cena cult dos moderninhos das principais capitais brasileiras... a partir daí todo mundo começou a olhar pra Gaby de outro maneira, como uma artista de verdade, pronta pra acontecer na mídia.

Quando estava tudo muito bem encaminhado na carreira da Gaby, disco pronto, com tudo certo pra música dela ser tema de abertura da novela das 7, com contrato já praticamente fechado com a Som Livre, a Gaby esqueceu da lama onde esteve e apunhalou pelas costas esse amigo dela, que a ajudou e muito quando todos só a viam como uma pobre coitada cafona.

Se ela fez isso com quem ela se dizia amiga e a tirou do buraco, imagina se ela vai fazer questão de dar uma força pro movimento tecno brega e pros outros artistas...

Uma pena ver esse deslumbre. Espero que ela consiga se sustentar depois que a novela e todo esse hype de um artista só acabarem.

Deslumbramento com o sucesso... acho que todo mundo tem direito, né? Aqui em Belém tem um monte de gente deslumbrada que não é porra nenhuma na vida, ah não ser nas edições sempre felizes do Facebook.

o sucesso faz a gente dá uma baqueada, é normal. Na mídia, com câmera ligada ela ainda tá se comportando muito bem. Não posso falar sobre bastidores que aí é muito disse-me-disse.

Não é deslumbramento. É marketing. E bota marketing, e força da Rede Globo. To profundamente impressionado como a Globo está investindo nela. Impressionante. Só que tem uma coisa, até agora não deu em nada. Absolutamente nada. Chamo atenção para uma coisa, toda música de novela, principalmente as de maior destaque(e sem dúvida é o caso da de Gaby) conseguem grandes números de acesso na internet(não é o caso dela). Realmente ela está contando um papo-furado grande sobre esse sucesso todo, e com ajuda de toda a mídia, não só a Globo. Acho que se esse ano ela não vingar, podem esquecer, nunca irá. E outra coisa, essa exposição toda na mídia pode cansar loguinho a imagem dela. Isso é perigosíssimo. A música dela é boa, mas insuportável por muito tempo. Parece joguinho de fliperama(esse disco foi feito para encasquetar na cabeça das pessoas). Acho até injusto tratá-la como se fosse de outro nível que não de 'Calypso', 'Aviões do Forró', 'Garota Safada'... as letras das músicas dela não diferem nada das desses artistas, mas recebe tratamento diferenciado da "crítica". Nós vamos para seis meses de bombardeio de Gaby Amarantos na mídia, desde o primeiro Faustão do ano, lembram? E até agora não se viu nada. Acho que não deviam apostar muito nela só porque está na mídia, existem dezenas de artistas que nunca precisaram dessa exposição toda para emplacar. Os artistas do Pará precisam se arriscar, assim como o Calypso fez. Tem que correr atrás e não ficar esperando a Globo ou o governo ajudar. Eu lembro do seu texto sobre a morte do rock onde você mostrou bem claro as formas diferentes que Rockeiros e artistas Sertanejos adotaram para enfrentar a crise no final dos anos 90. Uns se acomodaram na teta do governo(rock), outros foram à luda(sertanejo). Hoje nós vemos bem como está a coisa. A Gaby, não vai estourar, ela só vai cansar a imagem dela. Aliás já está cansadinha. Outra coisa que notei nela é querer roubar os flashes de outros artistas, que foi o que aconteceu no Show do 'Aviões do Forró' no Rio de Janeiro, e de uma outra banda em São Paulo, onde ela foi convidada para se apresentar ao público dessas bandas e chamou a imprensa toda e pousou como se não estivesse ali como convidada. Não sei como foi que essas bandas encaram essa situação, mas ela só está tentando conseguir um espaço ao sol. Tem muitas outras cantoras no Pará, como a Lya Shophia que são muito melhores que ela, e menos forçadas, menos montadas mesmo. Ela é uma montagem até grotesca, querendo criar um imaginário na mente das pessoas do que é a cultura do Pará. E sabemos bem que a música dela e de vários ali estão nas mãos de produtores de São Paulo e bem distantes do que realmente se ouve no Pará. Interferência indevida no meu entender. Agora o Felipe Cordeiro merece respeito. Esse Felipe Cordeiro, merece muito respeito. Pena que ele atacou a irmã do Chico Buarque, senão estaria bem na fita. FELIPE CORDEIRO, galera. Esse cara é bom realmente. A Gaby Amarantos é ruim e já cansou. Ela não vinga não.

EU CONCORDO PLENAMENTE ,POIS GABY ESTÁ SE ACHANDO A MAIORAL .... SÓ QUE AQUI NO TOCANTINS QUEM COMANDA O RITMO E BANDA RAVELLY E BANDA BATIDÃO ....DEJAVU E PASSADO....

EU CONCORDO PLENAMENTE ,POIS GABY ESTÁ SE ACHANDO A MAIORAL .... SÓ QUE AQUI NO TOCANTINS QUEM COMANDA O RITMO E BANDA RAVELLY E BANDA BATIDÃO ....DEJAVU E PASSADO....

sou mais a banda ravelly que é a melhor de todas do pará

Aqui no Pará tem tantas contares melhores que essa Gaby Amarantus!!!
Eu particularmente não gosto dela, prefiro Banda Batidão.

Primeiramente, vamos falar de Banda Xeiro Verde, a queridinha do Pará, fundada em 1994, foi a primeira banda paraense a ganhar disco de ouro, já passou por vários altos e baixos, e quando todo mundo achava que a Xeiro Verde tinha acabado, Helen Patrícia renascia e trazia uma nova roupagem, que caia no gosto do povão. Foi do brega ao tecnomelody. Uma vez eu disse em uma matéria, que a banda Xeiro Verde, era sem sombra de dúvida, a banda paraense que merecia todo o mérito pelo calipso, pelo tecnomelody, era a mais preparada para brilhar em rede nacional, muita gente me criticou, mas vejam que hoje eu não estava errada, a Globo também compartilha da minha opinião. (desculpem, mas eu não pude conter minha modéstia nesse momento. A música que faz parte da trilha sonora é a canção 'Tá faltando homem', que não é nenhuma novidade para quem é do Pará, senão me engano a canção foi lançada em 2010, mas ganhou uma nova roupagem para a novela, com uma voz menos modificada e uma batida menos acelerada.Ficou chique!

Primeiramente, vamos falar de Banda Xeiro Verde, a queridinha do Pará, fundada em 1994, foi a primeira banda paraense a ganhar disco de ouro, já passou por vários altos e baixos, e quando todo mundo achava que a Xeiro Verde tinha acabado, Helen Patrícia renascia e trazia uma nova roupagem, que caia no gosto do povão. Foi do brega ao tecnomelody. Uma vez eu disse em uma matéria, que a banda Xeiro Verde, era sem sombra de dúvida, a banda paraense que merecia todo o mérito pelo calipso, pelo tecnomelody, era a mais preparada para brilhar em rede nacional, muita gente me criticou, mas vejam que hoje eu não estava errada, a Globo também compartilha da minha opinião. (desculpem, mas eu não pude conter minha modéstia nesse momento. A música que faz parte da trilha sonora é a canção 'Tá faltando homem', que não é nenhuma novidade para quem é do Pará, senão me engano a canção foi lançada em 2010, mas ganhou uma nova roupagem para a novela, com uma voz menos modificada e uma batida menos acelerada.Ficou chique !

Estou revoltado com a Globo que insiste em chamar o tecnomelody de 'ELETROFORRÓ', (que é um ritmo que não existe, o que existe é o tecnomelody, tecnobrega, cybertechno, eletromelody e afins). A emissora quer ficar fazendo media com os nordestinos e cometendo equívocos absurdos.

Recebi esse comunicado e estou repassando, espero ser util

Atenção amigos !!! Quando um cantor chamado MARLON BRANCO ou um produtor chamado DAVID , entrar em contato com DJS, PRODUTORES, ETC, pedindo ajuda com material ( playbacks,música ou etc ) , tome cuidado , pois, segundo fontes, eles estão repassando tudo isso para a banda DJAVU, que esta atrás de material para fazer um novo CD.
Tá dado o recado!

Se não bastasse a burruda que o Cacos Barcelos fez ano passado e agora vem a Globo que insiste em chamar o tecnomelody de 'ELETROFORRÓ', (que é um ritmo que não existe, o que existe é o tecnomelody, tecnobrega, cybertechno, eletromelody e afins). A emissora quer ficar fazendo media com os nordestinos e cometendo equívocos absurdos.

Acho tuudoo
Dígno
Loushooo

A AR-15 continua sendo a melhor banda desse estado e, pra mim, já deveria ter estourado há muito tempo e antes da Gaby ou qualquer outro cantor ou banda. Talvez o que falta é essas bandas frearem mais esse negócio de fazer versão de músicas internacionais. É bacana em alguns momentos, só que ter um repertório todo de versões é falta de criatividade. Tá na hora do melody amadurecer e se profissionalizar, caso contrário será sempre uma promessa.

Ass: Rafael

Conheco a musicaliddae do Para e dou valor a 2 cantoras esquecidas em Belem : Manu da Banda Batidao e Rebeca Banda AR 15..
Quem conheçe sabe do que estou falando..
Duas vozes maravilhosas e que merecem ser ouvidas por todo o brasil..!

Que pena, a musica paraense tao enovadora esta sendo apunhalada pela grande midia. nos ,paraenses,bregueiros,sabemos da realidade.o brasil precisa conhecer o pará. precisa saber q boas musicas,bons compositores e musicos estao brincado de pira aki. me revolto em ver e ouvir alguns programas de nivel nacional mostrando sempre o lado polemico,obscuro e q é a menoria no nosso ritmo. Nos nao precisamos de defamação NORTE NÃO É COM "M". acredito q vem do norte a nova musicalidade brasileira,batidas com linguagem mundial em plena floresta amazonica. querem conhecer realmente,pesquise,vá atraz. gabi amarantos é mas um produto da mida e de uns aproveitadores,pq tecno brega mesmo ela nunca foi rainha e se continua assim nunca será.para ser rainha um povo deve adora-la, nao é o q acontece aki, nada contra a gabi. mas temos mais a oferecer ao mundo. ass. Dudu Chagas, compositor,Produtor musica,nortista,paraense com muito orgulho

Por favor né, pessoal! A rainha do tecnomelody é a Valéria Paiva, da Banda Fruto Sensual. A própria Gaby já cantou com ela (pelo menos isso!). Foi a primeira banda a vender 100 mil cópias de um disco de tecnobrega, em 2001, e a primeira a tomar como temática principal de seu repertório a exaltação das aparelhagens. Valéria Paiva é esperta e soube se adaptar a muitas tendências no Pará, torço para q ela faça sucesso nacional. A Banda Xeiro Verde é outra tradicionalíssima, mas na minha opinião vacilou: devia ter continuado no calipso. Mas é outra que merece estourar, e não estorou (desculpa, mas musiquinha em novela pra mim não é estourar, a banda não ficou nem um pouco conhecida). Viviane Batidão tá chegando no eixo Rio-SP, afinal será produzida no novo disco por Chimbinha, e ao que tudo indica, tem grandes chances de estourar. Banda Batidão começa a tocar no Nordeste, e gravará DVD em Recife. Lembrando q Recife é o caminho dos paraenses para o sucesso nacional: foi assim com Banda Calypso, Companhia do Calypso e tomara que seja assim com Banda Batidão.
Agora, Banda Ravelly, Banda AR15, Banda ARK, Banda Açaí Pimenta, e outras bandas, fazem muito sucesso no Pará e merecem fazer sucesso nacional, embora não sejam os colossos Xeiro Verde e Fruto Sensual, e não tenham tantas oportunidades quanto Viviane Batidão e Banda Batidão.
Para mim, uma boa estratégia seria a criação de aparelhagens aqui em Brasília, em Recife, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Pois nesses locais há muitos paraenses (exceto Recife, mas Recife tem uma cena brega enoorme), e essas festas chamariam atenção da mídia e trariam os artistas paraenses para o Centro-Sul.

Nem Rebeca e nem Manu são de Belém! Rebeca é de Fortaleza e Manu de algum canto do Nordeste.

meu caro timpin ate hoje curto e sempre leio suas materias aqui no site.é sempre bom lembrar que a djavu plageando algumas musicas e ate mesmo o ritmo paraense.mais foi a nossa banda djavu e dj juninho portugal que levou com mais velocidade o ritmo para os quatro cantos do brasil e porque nao dizer para boa parte do mundo. tocamos em varios paizes, e na epoca que mais batia na banda djavu era a gaby e hoje pergunto a vc o que ela ta fazendo para fazer o movimento ficar mais forte.ainda tocamos de brasil a fora levando o tecnomelody como nosso carro chefe mais agente precisa sim continuar levando alegria aos 4 cantos do brasil ,e queremos deixar os convites abertas a todas bandas de tecnomelody que queira gravar algum dvds juntos que estamos sempre as ordens e tamben se precisar de alguma participaçao da banda iremos com maior prazer, 074 91994941,paulo palcos

O grande problema em Belém , é que a maioria dos lideres e empresários das bandas só são empreendedores quando se trata do seu próprio trabalho! Não entendem que ser parceiros de trabalhos , ter alianças, união e projetos para um fortalecimento não obriga ninguém à ser melhores amigos! É um medo de perder posto, de perder região , de perder contratante , de deixar uma banda entrar no mercado que se tem na mão... Putz , fala sério. Sinceramente, isso me mostra que muita gente não tem segurança no que faz. Quer saber de uma coisa Timpin , duvido se alguém aqui se preocupa com movimento.. Não conseguem enxergar que seria a solução pra expansão de nossa música! E esse papo de "A" é rainha "B" é o rei" "C" é o criador.... é muito chato e não leva à nada!!! No que isso acrescenta em nossa música?????? PN.
Obrigado por citar nosso trabalho. Sou fã de suas postagens... Abraço

Anderson Farias(Banda ARK)

Este comentário foi removido pelo autor.

Cadê o Harrison Lemos??

O cara é o melhor compositor de Tecnomelody, e não é de hoje (na AR-15), a muito... Se não me engano desde 2002 compondo tecnobrega, depois fez sucessos inesquecíveis em Melody pro Paraense que já ouvia o ritmo na época, como eu.

A Gaby era uma diva, mas acho muita injustiça que o reconhecimento de outros artistas como o Harrison, que pra mim foi até maior aqui no Pará que o dela (e continua sendo), não tenham sido assim "enormes" e "justos".

Eu sinto VERGONHA. Ela e uma cabocona, feia pra KCT, nao canta porra nenhuma, sua voz nao tem nada demais e so tem uma musica (Ex My Love), so vejo ela em programas. No Serginho Groisman cantou uma musica com o Só pra Contrariar, que e deles. Não tem show proprio.... BARANGONA, um desperdicio a tantos artistas que ja eram conhecidos aqui, porra, daonde Gaby Amarantos surgiu que eu nunca vi na minha vida, de repente assim?!?! Tai um exemplo, Adriana Cavalcante, linda e loira, com um vozeirão, ta meu bem? Anos de carreira (da banda BATOM CARMIM, AMOR PERFEITO e Carreira SOLO)..... KD? Nao entendo quanto IBOPE dao pra essa mulher. ate a XUXA, NUOOSSSS....so fala merda, e tanto sabe que tem um sorrizo bem envergonhado, aquele nariz chato, horroroza!!!!!

TECNOBREGA É UMA MERDA, E RIDICULO....AHHH BONS TEMPOS DE MUSICAS DE BOM GOSTO. HJ SO SE VE FUNK, ESSE TREME QUE ME DA VERGONHA DE SER PARAENSE, PARECEM UM BANDO DE EPILETICOS, COISA FEIA!!!! ESSES DJS SAO MUITO SEM NOCAO, FICAM COLOCANDO EM ANIVERSARIOS INFANTIS, FUNKS COM ESSAS LETRAS INDECENTES, AFF!!!! TA TUDO ERRADO, SINCERAMENTE...... EM QUE MUNDO ESTAMOS??????????????????

Sou músico a mais de 20 anos toquei em orquestras e muitas bandas por aí ! Digo isso pq sou chato quanto a música que escuto e quanto ao tecnobregra tem (ou tinha) certo preconceito até ... escutar GABY AMARANTOS ! ELA É UMA REVOLUÇÃO MUSICAL !! Ela é o Jõão Gilberto da música amazonense !!! E é uma das cantoras mais incríveis que esse Brasil já teve e tem !!! VAMOS VALORIZAR GABY porque uma coisa dessas acontece uma a cada 20 anos !!! E que se dane essa tal de inveja ! Esse CD TREME é ANIMAL !!!!!

Postar um comentário

Solta o verbo!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More